Fechar (X)

http://www.avozdesantaquiteria.com.br/p/anuncie-seus-produtos-ou-faca-suas.html

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Polícia apreende computador encontrado dentro de açude no município de Choró

18/09/2014 - O quadro de seca no Ceará tem baixado o nível dos açudes em diversas regiões do Estado. No município de Choró, localizado no sertão central, a diminuição no volume das águas revela coisas inesperadas.
Chico Augusto, pescador, encontrou na manhã desta quinta-feira, 18, jogado dentro de um açude naquele município, a CPU de um computador.
Acionada, a polícia foi ao local e apreendeu o material. Curiosamente, CPU’s foram recentemente roubados de repartições públicas do município, tais como a Secretaria de Saúde. CPU’s da Câmara Municipal também foram alvo de bandidos, assim como de uma ONG e uma escola municipal.
A desconfiança, agora, é de que o açude seja um cemitério de CPU’s roubadas.
O Subtenente Valder e outros policiais militares levaram o material apreendido para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá. O conteúdo dos discos rígidos ainda é desconhecido e não há, ainda, informações se serão ou não periciados.


Monólitos Post

Ciro Gomes agride professor em Iguatu

18/09/2014 - O secretário de Saúde do Estado do Ceará, Ciro Gomes, agrediu um professor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), na manhã desta quinta-feira (18).
O irmão do governador Cid Gomes participava da inauguração da Escola Estadual de Educação Profissional Lucas Emmanuel Lima Pinheiro, localizada na cidade de Iguatu, a 380 km de Fortaleza.
De acordo com a presidente Sindicato dos Docentes da Uece (SindiUece), Elda Maria Maciel, Ciro deu um soco no rosto do professor Fernando Roberto, após uma discussão.

Greve
Nesta quarta-feira (18), os professores da Uece e Universidade Regional do Cariri (Urca) iniciaram a greve. A decisão foi tomada após uma assembleia feita com professores no campus do Itaperi. Dos 106 presentes, 71 votaram a favor, 28 contra e 7 não votaram.

* Com informações do portal CNEWS.

Atualização (16h30)
Após a reprodução da matéria do CNews, o portal retirou a publicação do ar. No entanto, demos continuidade a averiguação das informações e conseguimos a versão apresentada pelo professor, apontado como vítima.
Fernando Roberto, docente da UECE, publicou em seu perfil no Facebook as denúncias de ameaças e da suposta agressão sofrida.


Por meio de nota encaminhada ao Ceará News 7, o professor relata o ocorrido.

Leia a íntegra da declaração:
"Hoje aqui no Iguatu estava prevista a inauguração da Escola Profissionalizante. Nós, alunos e professores, da Uece fomos reivindicar a conclusão de nosso Campus e concurso para professor efetivo. Eu, outro professor e alguns alunos chegamos cedo e conseguimos entrar. Todos os outros foram barrados (inclusive o diretor da FECLI que estava com um convite). Pois bem, na chegada do governador, os alunos puxaram uma vaia e nesse momento o Ciro virou e eu fui o primeiro que ele viu. Veio em minha direção enfurecido, me deu um soco na barriga e disse que se eu continuasse me prenderia. Depois passou o tempo inteiro olhando em minha direção e me chamando de fascista. Mas para ser sincero o soco foi com a intenção que eu reagisse e aí sim causasse uma confusão; não foi nada que me machucou. No entanto, considerando a posição dele, é algo lamentável".
Prof. Fernando Roberto Ferreira Silva


Atualização (15h)
A denúncia sobre o comportamento agressivo de Ciro Gomes ganhou repercussão entre os demais professores da instituição de ensino que, por meio do Sindicato dos Professores da UECE - SINDUECE - apresentaram uma Nota de Repúdio por conta do ocorrido. A instituição promete acionar judicialmente o secretário da Saúde para que o caso seja esclarecido.

Leia o documento publicado pelo sindicato:
CIRO GOMES AGRIDE PROFESSOR FERNANDO ROBERTO DA FECLI/UECE
A SINDUECE tomou conhecimento dos lamentáveis acontecimentos que resultaram na agressão ao Professor Fernando Roberto, colega da Biologia da FECLI/UECE. em manifestação hoje, dia 19 de setembro de 2014, durante inauguração de escola profissionalizante em Iguatu pelo Secretário de Saúde do Estado, Sr. Ciro Gomes.
A SINDUECE, em nome de seus filiados, repudia profundamente a atitude do Sr. Ciro Gomes e deplora um governo que mantém um homem com este perfil de desequilíbrio à frente dos negócios de Estado, e declara o que se segue.
Desde ontem, dia 18, a categoria docente da UECE está em greve, conforme decisão de assembleia geral. Neste contexto, a comunidade acadêmica da FECLI resolveu se dirigir ao Governador Cid Gomes para pleitear uma audiência com o mesmo, na busca de uma resposta positiva sobre a convocação de concurso para professor efetivo, tal como acordado por ocasião da suspensão da greve em janeiro último, e sobre a conclusão do prédio da FECLI.
A comunidade, contudo, foi recebida pela PM, restando a mesma manifestar seu repúdio através do sagrado e bem cearense recurso da vaia. Foi neste contexto que o Secretário de Saúde, Ciro Gomes, reagiu agredindo o colega. Reproduzimos, neste ponto, o relato do próprio Professor Fernando Roberto:
“Hoje aqui no Iguatu estava prevista a inauguração da Escola Profissionalizante. Nós, alunos e professores da UECE, fomos reivindicar a conclusão de nosso Campus e concurso para professor efetivo. Eu, outro professor e alguns alunos chegamos cedo e conseguimos entrar [no recinto do evento]. Todos os outros foram barrados (inclusive o diretor da FECLI, que estava com um convite). Na chegada do governador, os alunos puxaram uma vaia e nesse momento o Ciro virou e eu fui o primeiro que ele viu. Veio em minha direção enfurecido, me deu um soco na barriga e disse que se eu continuasse me prenderia. Depois passou o tempo inteiro olhando em minha direção e me chamando de fascista.”
O relato fala por si mesmo. O Sr. Ciro Gomes, gestor público, diante de uma manifestação legítima e usual nos conflitos sociais e políticos, passou à agressão física contra um cidadão, num delito previsto no Código Penal.
A atitude do Secretário corresponde fisicamente à atitude político-administrativa do Governo Cid Gomes que agride cotidianamente o serviço público e a Universidade pública, em particular, negando-lhe, como neste momento, o essencial à sua existência, o professor efetivo, sem o qual não há universidade.
Nossa categoria e nossa comunidade (e, esperamos, nossa Administração Superior) saberão responder politicamente à agressão do Secretário, aprofundando a luta em defesa do concurso para professor, da melhoria e ampliação física da instituição, hoje em condições de precariedade, como no próprio caso de Iguatu, mas também nos casos de Itapipoca, Crateús e Tauá, enfim, em defesa do ensino superior estadual público e gratuito.
Entretanto, embora confiemos nessa resposta altiva da comunidade, a SINDUECE acionará pelos meios judiciais o Sr. Ciro Gomes pela agressão a nosso professor, para que o Secretário não fique impune em face da agressão que cometeu.
FORTALECER A GREVE!
CONQUISTAR O CONCURSO PARA EFETIVO E AS DEMAIS REIVINDICAÇÕES!
TOTAL SOLIDARIEDADE AO COMPANHEIRO FERNANDO ROBERTO!

A Diretoria da SINDUECE
 
Ceará News 7

Homem é encontrado morto em Hidrolândia

18/09/2014 - Ontem (17/09), por volta das 22h, a viatura 7243, comandada pelos SGT Brandão e pelos SDs Benício, Diego, Pinheiro e Sousa, foi acionada para uma ocorrência de achado de cadáver, na Rua Antônio Timbó de Paiva, no bairro Caixa D’água, em Hidrolândia.
Ao chegarem no local, os policiais constataram que Francisco Ribeiro da Silva, 45, encontrava-se em óbito. A ambulância conduziu o cadáver ao Hospital Municipal, onde foi comprovado que foi morte natural.

* Com informações da repórter Samara Oliveira.

Estado Islâmico quer matar Papa Francisco

18/09/2014 - O embaixador do Iraque junto ao Vaticano, Habbed Al Sadr, disse nesta terça-feira que o Papa Francisco tem sofrido fortes ameaças do grupo extremista Estado Islâmico. Segundo as informações do Daily Mail, o alerta aconteceu no momento em que o pontífice se prepara para visitar a Turquia, país de maioria muçulmana.
"O autoproclamado Estado Islâmico foi claro. Eles querem matar o Papa. As ameaças são reais", disse o iraquiano ao jornal italiano La Nazione.
Ainda de acordo com o embaixador, como o grupo vem tomando proporções internacionais, a ameaça ao Papa é ainda mais grave. "Quero deixar claro que não tenho nenhum conhecimento sobre os futuros planos dos terroristas. Mas a regra do Estado Islâmico é clara: ou a pessoa se converte à religião deles ou morre", afirmou.
Já o porta-voz do Vaticano, o Padre Federico Lombardi, amenizou a situação ao dizer que não estão previstas medidas especiais de segurança para a visita do Papa Francisco aos países de religião muçulmana.

O Dia

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Assalto é registrado na estrada que dá acesso ao distrito de Trapiá

17/09/2014 - Um assalto a mão armada foi registrado na manhã desta terça (16/09), por volta das 11h, na estrada que dá acesso ao distrito de Trapiá, em Santa Quitéria. Segundo informações, o cidadão Francisco Antônio Pereira de Sousa vinha juntamente com alguns familiares em sua moto, quando foi barrado por 03 bandidos, onde anunciaram o assalto.
Francisco, além de ser ameaçado com seus familiares, levou uma coronhada no rosto por um dos elementos, que levaram uma quantia de R$ 167,00, um celular e alguns objetos. A Polícia fez diligências, não obtendo êxito na captura dos assaltantes.

* Com informações da repórter Samara Oliveira.

BC bloqueia R$ 117 milhões das contas bancárias de Eike Batista

17/09/2014 - O Banco Central bloqueou R$ 117.348.123,26 milhões das contas bancárias do empresário Eike Batista, informou a Justiça Federal do RJ, na tarde desta quarta-feira (17). A medida cautelar expedida pelo juiz federal Flávio Roberto de Souza, da 3ª Vara Federal Criminal, determina o bloqueio de todos os ativos financeiros no país até o limite de R$ 1,5 bilhão - total dos prejuízos causados pelos crimes contra o mercado dos quais o executivo é acusado.
Eike é suspeito de utilizar informações privilegiadas para obter lucros no mercado financeiro de forma irregular. A determinação cumpre parcialmente o pedido feito na denúncia do Ministério Público, que solicitava também o bloqueio de bens móveis e imóveis do empresário.
O empresário recebeu o prazo de 15 dias para se manifestar. Procurado pelo G1, o advogado Raphael Mattos declarou "não saber" sobre o bloqueio da quantia. Afirmou no entanto, que foi informado de que Eike não tem o R$ 1,5 bilhão, mas que “não sabe como está a questão financeira” do executivo.
Os ativos financeiros incluem todo tipo de aplicação financeira, como ações, fundos de investimento, títulos de renda fixa, contas bancárias e caderneta de poupança. Já os bens móveis e imóveis, que não foram bloqueados pela Justiça na decisão desta terça, incluem bens como carros, imóveis, terrenos etc.
Segundo a decisão do juiz Flavio Roberto de Souza, a medida é uma precaução contra "caso o denunciado venha a se desfazer de quantias depositadas em suas contas correntes" e "decorrente da necessidade de se acautelar a pretensão da União ante o risco da dilapidação do patrimônio do acusado". 

Denúncia acolhida
A Justiça Federal do RJ aceitou nesta terça denúncia do Ministério Público Federal contra Eike Batista por manipulação de mercado e uso de informações privilegiadas. Segundo o MPF-RJ, o executivo teria se utilizado, por duas vezes, de informações relevantes – das quais teve acesso antes de serem divulgadas ao mercado – propiciando para si “vantagem indevida mediante a negociação, em nome próprio, com valores mobiliários”.
O processo foi recebido pelo juiz titular federal Flavio Roberto de Souza, da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, na última segunda-feira (15). Se condenado, pode ter pena de até 13 anos de prisão e multa de até três vezes o montante da vantagem ilícita obtida em decorrência do crime.

Eike nega denúncias
Segundo Raphael Mattos, "há um claro equívoco do MP em relação aos fatos e ao valor que menciona", de R$ 1,5 bilhão. O advogado diz que "não houve qualquer tipo de manipulação do mercado", acrescentando que "foram vendidas estritamente as ações que já estavam comprometidas, não há qualquer tipo de venda baseada em informações privilegiadas".
Ao G1, em 13 de setembro - quando ocorreu a denúncia do MPF - os advogados de defesa Raphael Mattos e Ary Bergher informaram que Eike negou as denúncias em depoimento à polícia. Eles declararam também que não foram recebidos pelo procurador federal, apesar de tentativas de apresentar os documentos para esclarecer o caso.
À época, Mattos disse que a medida do bloqueio de bens seria desproporcional. "É uma medida que nunca se cogitou porque é completamente desproporcional, completamente descabido. Ele não tem qualquer irregularidade", defendeu.

Manipulação de mercado
De acordo com o MPF/RJ, a manipulação de mercado teria simulado a injeção de US$ 1 bilhão em uma de suas empresas por meio de compra de ações da Óleo e Gás Participações S.A. (OGX), em outubro de 2010. O MPF considera que ele tentou alterar artificialmente o funcionamento da bolsa de valores.
De acordo com o MPF, “a má-fé e fraude na divulgação de contrato com cláusula que jamais seria cumprida revela que muito antes de sua divulgação, Eike já sabia que os campos de exploração Tubarão Tigre, Tubarão Gato e Tubarão Areia não teriam a prospecção anunciada que justificasse os altos preços das ações”.
A outra acusação aponta que o empresário chegou a lucrar mais de $ 260 milhões com a venda de ações da OGX por meio de informações privilegiadas, que não foram divulgadas ao mercado.
“Entre 24 de maio e 10 de junho de 2013, Eike usou informações privilegiadas para gerar lucro indevido na ordem de R$ 125 milhões. Já entre 28 de agosto e 3 de setembro do ano passado e entre 27 de agosto e 2 de setembro, novamente, com informações privilegiadas, Eike obteve lucro de R$ 111 milhões com a venda de ações da OGX, em uma conjuntura favorável aos negócios realizados pelo denunciado, em desigualdade de condições aos demais investidores”, informou o MPF.

G1

STF libera circulação de revista que vincula Cid Gomes ao escândalo da Petrobras


17/09/2014 - O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), derrubou nesta quarta-feira (17) decisão da juíza Maria Marleide Maciel Queiroz, da comarca de Fortaleza, e liberou a publicação de reportagem da revista “IstoÉ” que relata o suposto envolvimento do governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF). O governador não vai se pronunciar sobre a decisão.
No último fim de semana, a juíza cearense impediu a circulação da revista, exigiu o recolhimento de materiais já distribuídos e estipulou multa diária de R$ 5 milhões no caso de descumprimento da ordem judicial. Para Barroso, a decisão representou “censura prévia” e ameaça a “liberdade de expressão”, garantida pela Constituição.
“A decisão reclamada impôs censura prévia a uma publicação jornalística em situação que não admite esse tipo de providência. Ao contrário, todos os parâmetros acima apontam no sentido de que a solução adequada é permitir a divulgação da notícia, podendo o interessado valer-se de mecanismos de reparação a posteriori (posterior à publicação)”, disse o ministro no despacho.
A determinação da juíza do Ceará ocorreu em resposta a um pedido judicial feito por advogados de Cid Gomes. Conforme o processo em tramitação no Supremo, o governador foi procurado pela revista para se manifestar sobre a informação de que Paulo Roberto Costa o teria citado em depoimento à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal. Costa foi preso na Operação Lava Jato sob a acusação de participar de um esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propina a políticos.
Em troca da diminuição da pena e da possibilidade de responder ao processo em liberdade, o ex-dirigente da petroleira firmou um acordo de delação premiada com o Ministério Público. Segundo reportagem da revista "Veja", Paulo Roberto Costa revelou em depoimentos a procuradores da República, na superintendência da PF em Curitiba, que três governadores, seis senadores, um ministro e, pelo menos, 25 deputados federais foram beneficiados com as propinas. O texto de "Veja" não mencionava o nome de Cid Gomes.
A reportagem de "Veja" citou, entre outros políticos, os nomes da governadora Roseana Sarney (Maranhão) e dos ex-governadores Sérgio Cabral (Rio) e Eduardo Campos (Pernambuco); do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão; dos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Romero Jucá (PMDB-RR) e Ciro Nogueira (PP-PI); e dos deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Cândido Vacarezza (PT-SP), Mário Negromonte (PP-BA) e João Pizzolatti (PP-SC). Os políticos mencionados na reportagem negam envolvimento no esquema de pagamento de propina na Petrobras.
 
G1 CE

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Comunicado do Cartório da 54ª Zona Eleitoral

16/09/2014 - Comunicado do Cartório da 54ª Zona Eleitoral.

Duas quadrilhas são desarticuladas; Uma em Santa Quitéria

16/09/2014 - Oito pessoas, suspeitas de integrarem duas quadrilhas de assaltantes de bancos, foram detidas no fim de semana em dois trabalhos policiais distintos realizados no Interior do Estado. Um dos grupos é apontado como responsável por uma série de ataques a instituições bancárias em diversos estados do Nordeste.
Em uma operação conjunta do Comando Tático Rural (Cotar); Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS); e da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), foram presos Salatiel dos Santos Soares, 27, e Júnior César Gonçalves da Silva, 39.
Os dois homens detidos são alagoanos e apontados como membros de uma quadrilha envolvida em ataques a bancos em Alagoas, Pernambuco, Piauí e no Ceará, na cidade de Quiterianópolis. Salatiel seria o líder do bando criminoso e já responde a cinco crimes de assalto a banco cometidos em Pernambuco.



Já em Santa Quitéria, a Polícia Militar, em conjunto com Coin, DRF e Ministério Público, capturou Alderico Viana de Sousa, 35; Alanias Souza Sena, 22; Francisco Daniel Sena Lima, 19; Francisco Adriano Alves da Silva, 32; Maria Raquel Maia de Oliveira, 27 e Francisca Wanessa Ferreira de Sousa, 19.
O titular da DRF, delegado Raphael Vilarinho, apresentou as prisões. "O grupo se preparava para executar um desafeto. Eles são suspeitos de ataques a bancos de três cidades".

Diário do Nordeste

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Comunicado do Cartório da 54ª Zona Eleitoral

15/09/2014 - A Excelentíssima Senhora Dra. Katherine Martins da Costa, Juíza Eleitoral da 54ª Zona, COMUNICA a todos os mesários e delegados de prédio convocados para atuarem na Eleição Geral do corrente ano, no município de Santa Quitéria/CE, que os treinamentos designados para os dias 16 e 17 de setembro de 2014, na Escola Manoel Rufino Magalhães, realizar-se-ão no novo prédio da Escola Profissionalizante Monsenhor Luiz Ximenes Freire.
A Justiça Eleitoral agradece desde já o comparecimento e a colaboração de todos envolvidos no Pleito Eleitoral de 2014.

Entidade da Inglaterra visitará fazenda de jumentos em Santa Quitéria

15/09/2014 - Representantes do The Donkey Sanctuary, o Santuário de Jumentos do Reino Unido, visitarão o Ceará nos dias 23 a 27 próximos. Eles querem conhecer o projeto para instalação do Parque Antônio Vieira, de proteção aos jumentos no Estado, a ser instalado na Fazenda Dr. Paula Rodrigues, administrada pelo Detran em Santa Quitéria. O projeto é uma iniciativa da União Internacional Protetora dos Animais (Uipa) e vem sendo negociado com o Detran desde março passado.
Segundo o voluntário da Uipa, o fotógrafo Eduardo Aparício, o interesse da entidade inglesa pela iniciativa surgiu a partir de matéria publicada nesta página do Diário do Nordeste. "Fui contatado em fevereiro de 2014, através de uma rede social, pelo Sr. João Brandão Rodrigues, veterinário que representa o The Donkey Sanctuary, em Portugal. De acordo com ele, ficou sabendo da ideia do parque de proteção aos jumentos do Ceará, através de uma matéria deste jornal. Desde então temos trocado correspondências e enviei àquela instituição toda a informação sobre a espécie no Nordeste brasileiro, que me solicitaram", conta Eduardo.
Ele juntamente com a presidente da Uipa, Geuza Leitão, estão à frente da iniciativa no Ceará. Para a visita ao Estado, virão o PhD em Medicina Veterinária e gerente das ações internacionais do The Donkey Sanctuary, Kevin Brown, e o português João Brandão Rodrigues.
Os representantes do The Donkey Sanctuary vão conhecer a Fazenda Dr. Paula Rodrigues e também participar de reuniões em Fortaleza com Geuza Leitão e Eduardo Aparício, e no Detran com o diretor das Regionais, João Carlos Macedo, responsável pela fazenda no município de Santa Quitéria.
"O projeto para criação do Parque Padre Antônio Vieira de proteção aos jumentos no Ceará foi apresentando à superintendência do Detran e foi muito bem recebido pelas autoridades do Departamento. No entanto, o que ficou combinado, seria que aquele órgão apresentaria a ideia à Secretaria de Estadual de Infraestrutura, a qual é subordinado, tendo em vista que algumas sugestões acarretariam uma mudança na dotação orçamentária destinada à fazenda Dr. Paula Rodrigues, onde estão abrigados os jumentos apreendidos pelo órgão,em Santa Quitéria. Ainda estamos esperando uma posição sobre essa questão", explica Eduardo.
Ele admite que a fazenda e, atualmente, graças aos investimentos do Detran, um local mais apropriado à concentração dos jumentos abandonados nas estradas. No local, os animais recebem alimentação e água, e alguns têm também cuidados veterinários básicos. Porém este atendimento é restrito. A equipe de funcionários é bem pequena.
"A ideia do parque é poder, através de parcerias entre o Governo do Estado - que já realiza o trabalho -, organizações da sociedade civil, Prefeitura Municipal de Santa Quitéria e organizações estrangeiras de defesa animal, especializar o local para que possamos melhorar a qualidade de vida e prover de mais cuidados com a saúde, os cerca de cinco mil jumentos hoje na fazenda em Santa Quitéria", defende Eduardo.
Ele também aponta que a iniciativa fortalecerá o turismo ecológico no Interior do Ceará e reforçará a posição do Governo do Estado em cuidar do meio ambiente. Outra vantagem, na sua avaliação, são os benefícios diretos e indiretos para uma parcela da população do município de Santa Quitéria.
"Também considero muito importante a possibilidade do exemplo que o Ceará está sinalizando aos demais Estados do Brasil, de como resolver o problema do abandono de uma espécie símbolo da cultura nordestina, de uma forma participativa e humanitária", observa.

One Voice
Desde 2011, a Uipa vem realizando um trabalho direto de apoio à alimentação dos animais abrigados na fazenda do Detran. Isto tornou-se possível após parceria com a ONG francesa One Voice, que destinou recursos financeiros para a compra de milho para os jumentos. De janeiro de 2013 até este mês, já foram encaminhadas 21 remessas de milho em grãos, numa média mensal de 11,5 toneladas, para a complementação alimentar dos animais. Eduardo diz que o único apoio financeiro acontece por meio de doações mensais da One Voice, intermediadas pela Uipa. A verba custeia exclusivamente a compra de milho. Todos os meses é feita a prestação de contas, inclusive com fotos.
Ele diz que, desde que conheceu o lugar em 2011, quando foi iniciada a parceria com a One Voice, as condições na fazenda têm melhorado bastante. Estabeleceu-se uma sinergia com o Detran, que já fez uma série de mudanças nas instalações da fazenda, tais como novos cercados, poços profundos para captação de água e melhorias na qualidade da alimentação (capim e forragem) ofertada diariamente para os animais.
A Uipa também vem buscando parceria com o curso de Medicina Veterinária das Faculdades Inta, em Sobral. O projeto do parque já foi apresentado à instituição, quando foi proposto um convênio entre Inta e Detran.
Do Santuário do Reino Unido, a Uipa poderá contar com a troca de "know how" para formatação do Parque Padre Antônio Vieira. "Vejo como uma grande vitória da Uipa que, através do incansável e respeitado trabalho de Geuza Leitão, conseguiu atrair a atenção de duas grandes instituições internacionais de proteção animal, para a séria situação em que se encontram hoje os jumentos no Nordeste do Brasil", afirma ele.

Diário do Nordeste

Cid Gomes nega envolvimento com ex-diretor da Petrobras e fala em 'armação'

15/09/2014 - O governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), se manifestou oficialmente, por meio de nota publicada na tarde desta segunda-feira (15), no site do Governo do Estado, sobre o suposto envolvimento com o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em matéria publicada neste fim de semana na revista 'Isto É'.
Segundo a publicação, o nome do governador do Ceará teria sido citado pelo ex-diretor, que está utilizando o benefício da delação premiada para auxiliar as investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. O suposto esquema consistia em pagamento de propina vinda de contratos firmados com a Petrobras.
Na nota, Cid Gomes diz que nunca teve envolvimento, nem qualquer tratativa pessoal com Paulo Roberto Costa. "Todo meu relacionamento com a Petrobras sempre foi institucional", diz.
Além disso, o governador do Ceará fala em 'armação' criada por adversários, com objetivo de interferir na disputa eleitoral vigente.

Confira a nota na íntegra:
Em respeito à opinião pública cearense e brasileira, a propósito de infamante citação de meu nome, sem qualquer fundamento ou base, em matéria relativa ao chamado escândalo da Petrobras na edição desta semana da Revista IstoÉ, esclareço:
1. Estou processando a citada revista por calúnia, difamação e por dano moral por ter abrigado clara armação criada por meus adversários, visando interferir na disputa eleitoral no Ceará;
2. Não tenho, nem nunca tive, qualquer envolvimento nem qualquer tratativa pessoal com o citado ex-diretor da Petrobras, muito menos qualquer conversa indecente ou corrupta. Todo o meu relacionamento com a Petrobras sempre foi institucional;
3. Esta clara fraude envolvendo o meu nome em véspera de eleição repete prática imunda que já tive de enfrentar quatro anos atrás, quando da publicação de invenções envolvendo meu nome e o nome do meu irmão, Ciro Gomes, que se revelaram completamente falsas;
4. O Brasil não suporta mais assistir a corrupção impune nem pode dar aos malfeitores e ladrões do dinheiro público o prêmio da impunidade, senão chegaremos ao fundo do poço em que os salafrários reinarão e ainda se sentirão autorizados a enlamear a honra de quem faz da vida pública uma prática decente. É o caso presente e a justiça tem a obrigação, de, celeremente, achar e punir os culpados.

Diário do Nordeste

Invasores acessam rede da residência de Eunício e mudam nome da conexão wi-fi

15/09/2014 - O senador Eunício Oliveira (PMDB) foi surpreendido neste final de semana com a mudança no nome da rede wi-fi de sua residência em Fortaleza. Os invasores acessaram o servidor central no qual é distribuída a internet e mudaram o nome da conexão para Camilo 13, em alusão a Camilo Santana, concorrente do peemedebista na disputa pelo Governo do Ceará. A prática é bastante utilizada por usuários que buscam redes desprotegidas para "pegar emprestada" a banda larga disponível.
Segundo especialistas, o problema é que, uma vez conectados à rede doméstica, eles também podem ter acesso aos computadores, discos rígidos e impressoras compartilhadas. Por esse motivo, o senador Eunício Oliveira já solicitou investigação da Polícia Federal para descobrir os autores da invasão.

Redes desprotegidas
Devido ao grande número de redes wi-fi disponíveis, é comum encontrar conexões liberadas e de fácil acesso. Existem aplicativos (apps) de celulares que até localizam redes desprotegidas e fornecem a senha para o usuário. A sugestão é contratar profissionais habilitados para habilitar protocolos de segurança que impedem o acesso de invasores.

Ceará News 7

Marina evita confronto e apoiadores de Dilma ocupam ‘Beco do Cotovelo’

15/09/2014 - Nesse sábado (13), apoiadores de Dilma Rousseff (PT) ocuparam o famoso “Becco do Cotovelo”, no município de Sobral. Ciente da movimentação, orquestrada por Cid e Ciro Gomes (Pros) e articulada pelo prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda (PT), Marina Silva (PSB) cancelou, ainda no final da semana passada, a caminhada que faria no tradicional palco político situado no berço dos irmãos Ferreira Gomes.
Para evitar conflito e medição de forças, a candidata à presidência da República optou por uma agenda menor, ao lado de sua militância, no Ginásio do Sesi.

Ceará News 7

domingo, 14 de setembro de 2014

Professor quiteriense morre vítima de acidente entre Catunda e Tamboril

14/09/2014 - Um acidente grave envolvendo uma Parati, com placas de Poranga, deixou um saldo de quatro mortes na manhã deste domingo (14/09), na localidade de Olho d'água dos Bois, entre os municípios de Catunda e Tamboril.

Segundo as informações, o veículo caiu dentro de um bueiro, chocando-se de frente como uma ribanceira. Três morreram no local, e um foi socorrido para Catunda, chegando em óbito.

Entre as vítimas, estavam: o professor quiteriense Antônio Hilário Aragão, a sua mãe Antônia Neci Aragão; o seu sobrinho Francisco Danilo Aragão, residentes na localidade de Passagem, em Santa Quitéria e o condutor Francisco Ranieli Dias de Oliveira, residente em Fortaleza. A população lamenta a tragédia.

A TODOS OS FAMILIARES, OS NOSSOS SENTIMENTOS.

* Com informações do Blog do Manuel Sales.