Césio 137 que estaria em delegacia de Sobral é "alarme falso"

15/01/2016 - Nenhuma radiação anormal é emitida nos restos de um antigo equipamento de raio-X existente na Delegacia Regional de Sobral, Zona Norte do Estado. A conclusão foi tirada por técnicos da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), do Distrito de Fortaleza (Difor), que estiveram na manhã desta quinta-feira, 14, na delegacia.
A suspeita de contaminação por Césio-137 foi levantada após quatro casos de câncer serem registrados em policiais da delegacia nos últimos seis anos. No local, funcionaria uma antiga clínica de medicina nuclear, acredita Júlio Ricardo, chefe da Comissão Nacional de Energia Nuclear no Ceará. O aparelho de raios-X possivelmente utilizado na antiga clínica não tem fonte radioativa própria, necessitando de corrente elétrica para emitir radiação.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe