Consumidores comentam redução das bandeiras tarifárias na conta de luz

29/01/2016 - A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou recentemente, a redução nas bandeiras tarifárias amarela e vermelha, que aumentam a conta de luz do consumidor quando fica mais caro produzir energia no país.
Para saber mais, o AVSQ visitou algumas residências para ouvir os consumidores sobre essa nova medida e conforme a nossa pesquisa de rua, a mudança traz alegria para alguns e desconfiança para outros.
Para a comerciante Maria de Fátima Feitosa, no bairro Botafogo, a ideia é boa, porque “traz transtornos para os consumidores, pensando que no próximo mês vem baixo e acaba sendo o contrário, vem é mais alto”. Fátima ainda relatou que chega a se privar de utensílios eletrônicos em sua residência para economizar, como também, demonstra sua indignação por pagar cerca de R$ 50,00 de iluminação pública.
Já o caso da Da. Lidiana, dona-de-casa, é um pouco mais estranho. Segundo ela, em sua antiga residência no bairro Pereiros, pagava um valor mais alto que o seu aluguel, consumindo pouca energia e na nova residência, a conta desse mês veio zerada.
Na casa da Da. Neuma Rodrigues, a conta chegou a aumentar mais de R$ 50,00 e segundo a mesma, “é uma situação difícil e que faz o possível para economizar”. Mesma situação acontece também com o estudante Adriano Braga, que definiu como complicada a situação dos brasileiros, “pois a cada dia os preços aumentam mais e que a nova medida seja uma esperança para dias melhores.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe