Fecoisq pretende gerar R$ 250 mil em negócios

12/01/2016 - Com o objetivo de promover visibilidade e crescimento à economia de Santa Quitéria, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae-CE) e Prefeitura, realizará, de 13 a 16 de janeiro, a VII Feira do Comércio e Indústria de Santa Quitéria (Fecoisq).
A Praça Matriz da cidade se transformará em um grande centro de negócios. Segundo o presidente da CDL de Santa Quitéria, Bonifácio Paiva, a expectativa é que este evento, que busca expor o que a cidade tem de melhor no comércio, indústria e prestação de serviços, receba cerca de 52 mil visitantes, durante os quatro dias. "Temos uma perspectiva de volume de negócios de R$ 250 mil, a partir da participação de 70 microempresas envolvidas", projetou o presidente da CDL do Município.
Na ocasião, os participantes, visitantes e parceiros terão a oportunidade de conhecer a diversidade de mercado da região. Novas tecnologias serão apresentadas em relação aos produtos e serviços nas áreas de confecção, calçados e granitos, como também no desenvolvimento do setor primário e o trabalho no campo, para motivar o público consumidor a valorizar o comércio local, fortalecendo, assim, a economia do Município.
O evento de negócios ainda oferta outras atividades, como a realização de desfiles para apresentar confecções e acessórios artesanais; um espaço de beleza e saúde para as academias e clínicas, com demonstração de suas atividades, além de minicursos, palestras, oficinas, workshops, atividades culturais e artísticas e shows com atrações regionais e nacionais.
O presidente da CDL local comenta que um dos segmentos que tem se destacado durante as edições da feira é o de confecções, que, neste ano, já conta com dez expositores no pavilhão. Para o empresário Edberto Lobo uma das partes mais importantes da feira é o momento do desfile. "É na passarela que apresentamos a primeira coleção do ano. Já está tudo pronto! A expectativa é que, na feira, consigamos atingir um crescimento de 20% em negócios", divulga.

Parceria
Bonifácio Paiva conta que, além de fortalecer a economia local, expandindo e divulgando as empresas no mercado regional, a grande vitrine da Fecoisq também visa atualizar os empresários dos setores participantes por meio de capacitações fornecidas pelo Sebrae.
"Aqui nós estimulamos a interação entre empresas e clientes, promovemos a geração de empregos, enfim. Só para este ano, a expectativa é de ofertar cerca de 250 empregos diretos e indiretos", comemora.

Prêmio
No último dia da Fecoisq (16), será realizado o sorteio do Show de Prêmios CDL 2015. Dentre as premiações, destacam-se três motos, duas máquinas de lavar, um fogão e dez vale-compras, no valor de R$ 250,00. A campanha contou com a participação de 70 empresas.
O presidente da CDL de Santa Quitéria estima que, no período, houve um crescimento de 5% no comércio local. "Um bom resultado, diante do momento de instabilidade econômica que o País está passando", destacou.

Histórico
A Fecoisq foi realizada, pela primeira vez, em 2010, com o objetivo de valorizar o comércio e a indústria do Município, promover uma maior interação entre empresas locais e de outras regiões, e consolidar o município como um grande polo centralizador de investimentos da região norte do Estado do Ceará.
No primeiro ano, a Feira contou com 29 estandes, distribuídos entre expositores e parceiros, com um público em torno de 15 mil visitantes e gerando R$ 30 mil em negócios. Realizada sempre no mês de janeiro, a cada ano o evento vem ganhando notoriedade diante dos empresários locais.

Serviços
João Parente, empresário de uma farmácia tradicional, atua ha 66 anos no comércio e participa da Fecoisq desde sua primeira edição. Ele garante que o evento anima o comércio e beneficia as empresas locais.
"No ano passado, realizamos o 'Medida Certa', com acompanhamento nutricional e, neste ano, estaremos num estande com profissionais das áreas de beleza e personal, para tirar dúvidas dos consumidores. Estamos sempre buscando inovar em nossas atividades e serviços e também criar uma aproximação maior com o cliente", explicou o empresário.

Diário do Nordeste

    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe