Governo pretende "descontinuar" alguns programas sociais e reforçar outros, diz ministro

01/02/2016 - O ministro do Planejamento, Valdir Simão, disse que o governo pretende "descontinuar" alguns programas sociais e reforçar outros em entrevista à Folha de São Paulo, publicada nesta segunda-feira (1º). Simão afirmou que o governo fará uma avaliação de vários programas e citou Farmácia Popular,Garantia Safra, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e creches do Pró-Infância. 
"Temos de verificar a qualidade dos programas. E para que esta avaliação? Para aperfeiçoar e fazer o orçamento segunte do programa refletir as suas necessidades. Não podemos ficar ligados no piloto automático e simplesmente colar a gestão orçamentária", ressaltou. 
O ministro disse que levará à frente uma reforma do Estado, que inclui "fazer melhor com menos", tendo como base quatro pilares. "Primeiro, a desburocratização, identificando onde estão os gargalos e eliminando-os, o que contribui para a melhoria do bem-estar, reduz custo para o Estado e acaba com controles desnecessários e melhora o ambiente de negócios", disse.
A reforma, segundo ele, também inclui reorganização administrativa do Estado, com o corte de cargos comissionados; o aprimoramento da qualidade dos gastos públicos; e o fortalecimento da gestão e do controle. 

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe