Prefeitura de Catunda esclarece denúncias anônimas

15/02/2016 - Com a finalidade de esclarecer algumas denúncias realizadas de forma anônima ao blog “A Voz de Santa Quitéria”, a Prefeitura Municipal de Catunda vem esclarecer a verdade dos fatos:
Foi veiculado que os pacientes que fazem hemodiálise e quimioterapia estariam sem transporte para realizarem os seus tratamentos, divulgação essa que não corresponde a realidade dos fatos, pois os pacientes tem os seus transportes assegurados de acordo com o agendamento realizado nos respectivos serviços de referência, ou seja, tanto os de quimioterapia feitos em Sobral e Fortaleza, e os de hemodiálise que são realizados em Sobral estão sendo oferecidos semanalmente pela Secretaria de Saúde de Catunda.
No que se refere aos remédios da Atenção Básica, fornecidos pela Central de Abastecimento Farmacêutico do Município, informamos que a entrega desses remédios é realizada de maneira pactuada com outros órgãos públicos estaduais. Esclarecemos que vem ocorrendo uma impontualidade do fornecimento desses remédios por parte do Governo do Estado, e que a Secretaria de Saúde de Catunda vem promovendo todos os esforços junto à Coordenadoria de Assistência Farmacêutica (COASF), órgão pertencente ao Governo do Estado, para que os medicamentos venham a ser entregues ao município de Catunda dentro da normalidade e com a maior rapidez.
No tocante a suposta ausência de alimentos na geladeira do Hospital Municipal formulada pela denunciante anônima, em nenhuma hipótese vai ao encontro da realidade, pois a distribuição da carne e do frango, que são alimentos perecíveis, são realizadas diariamente, e o fornecimento de verduras é feita semanalmente, portanto, a alimentação dos servidores e dos pacientes do Hospital de Catunda vem sendo realizada com qualidade, constando também oferecimento de café da manhã, almoço, merendas e jantar.
Em relação à escala médica, o município foi prejudicado pelo agravamento da crise financeira, que reduziu substancialmente os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), e que as verbas financeiras destinadas à saúde não são suficientes para a manutenção dos serviços de saúde, como se pode comprovar através da mídia escrita e dos telejornais. Salientamos que será acrescentada a presença de médicos durante os finais de semana no município de Catunda. 
Quanto ao caso relatado pela Sra. Maria Joele Barbosa Paula, estamos promovendo a localização da mesma, pois não consta que o Assentamento Santa Rosa (lugar de moradia da mesma) seja pertencente ao território do município de Catunda, conforme noticiado nesse blog.

Prefeitura Municipal de Catunda
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe