Quadrilha especializada em ataques a ônibus intermunicipais é desarticulada em Pedra Branca

Uma quadrilha especializada em ataques a ônibus intermunicipais foi desarticulada durante uma operação do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Choque, com apoio da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), na tarde desta quinta-feira,11 , em uma fazenda no município de Pedra Branca. 
De acordo com o secretário adjunto da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), coronel Lauro Prado, a ação terminou com três presos, dois mortos e dois foragidos. 
Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 2 horas da madrugada a quadrilha atacou e desviou o ônibus na BR-020, que fazia o trajeto Campo Sales/Fortaleza.

Foram rendidos 41 passageiros, todos levados para um matagal. Entre as vítimas existiam quatro policiais militares que acabaram identificados pela quadrilha, mas não houve reação. Pelo menos duas armas foram levadas, além de dinheiro e pertences dos passageiros. 
O major Barreto Araújo diz que há um mês o grupo interceptava coletivos na BR-020, faziam reféns e roubavam todos os pertences. "Eles utilizavam motocicletas, que foram apreendidas. Eles também usavam as motos para interceptar os ônibus, surpreendiam o motorista, que se via obrigado a parar. Os veículos eram levados para matagais e eles utilizavam máscaras e balaclavas, que também foram apreendidas", relatou o oficial do Cotar.

120 vítimas nas ações 
O oficial ainda diz que outros dois ônibus foram atacados durante a madrugada, sendo um total de pelo menos 120 vítimas. "Recebemos informações de que eles estavam escondidos em uma fazenda entre Pedra Branca e Tauá, fomos recebidos com vários disparos e nos defendemos. Infelizmente, dois deles foram a óbito”, relatou. 
Os policiais recuperaram as armas roubadas e apreenderam uma pistola .40, revólveres calibre 38 e um rifle 44.

Quatro motocicletas e celulares foram apreendidos. Foram presos Ovenilson Marcos da Silva Nascimento, 31, Francisco Joelio Vieira da Silva, 34 e Antônio Lucivando Ferreira da Silva, 28. 
Conforme o coronel Lauro Prado, entre os suspeitos foragidos existe um lesionado.  Os presos seriam encaminhados à sede da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), em Fortaleza.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe