Em Limoeiro, o judas é o Japonês da Federal

26/03/2016 - Na cidade de Limoeiro do Norte, no Vale Jaguaribano, a brincadeira da queima de Judas vai sacrificar um dos símbolos do combate à corrupção: o japonês da Lava Jato.
Newton Ishii é um dos coordenadores da carceragem da Polícia Federal e tem o papel de conduzir os presos da Lava Jato até o xadrez.
Em Limoeiro, o japonês que ganhou samba, homenagens honrosas e conquistou milhões de fãs é considerado traidor. Será julgado, condenado, humilhado e queimado. Ainda que em uma brincadeira.

Roberto Moreira
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe