Homicídios no Ceará triplicam em uma década, aponta relatório

Entre 2004 e 2014 o Ceará registrou 29.608 homicídios. São registros crescentes ano a ano que culminaram com 4.620 mortes violentas somente no último período avaliado pelo Atlas da Violência 2016, divulgado na manhã desta terça-feira (22), o que corresponde a 12,66 assassinatos por dia somente em 2014. Dez anos antes, foram 1.576. Ou seja, os números praticamente triplicaram em uma década.

Em números absolutos, houve um crescimento de 193,1% na taxa de homicídios no período. Considerando-se a proporção por 100 mil habitantes, o aumento no Estado é de 166,5% entre o primeiro e o último ano apontado no levantamento. Foram 52,2 mortes/100 mil habitantes em 2014, contra 19,6 em 2004.

Entretanto, a pesquisa não abrange o ano de 2015, quando houve a primeira diminuição no número de homicídios em 17 anos. Pelos dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS-CE), os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, fizeram 4.019 vítimas no ano passado em todo o Ceará, número 9,5% inferior ao contabilizado em 2014, quando houve 4.439 registros oficiais do governo estadual.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe