Manifestantes vão às ruas em Fortaleza e outras cidades contra nomeação de Lula

17/02/2016 - Manifestantes foram às ruas, na noite de ontem, em Fortaleza, para protestar contra o governo federal e a nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil. A concentração do protesto teve início, por volta das 20h, na Praça Portugal, e seguiu para o Palácio da Abolição. De acordo com os organizadores, cerca de duas mil pessoas participaram do ato.
Vestidos de verde e amarelo, com bandeiras, panelas, apitos e gritos de palavras de ordem contra o governo, os manifestantes tomaram conta da Avenida Dom Luís. Muitos motoristas que passavam pelo local também buzinavam como forma de apoio.

O Hino Nacional foi cantado várias vezes ao longo do percurso. A polícia e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) estiveram no ato para garantir a segurança das pessoas e do trânsito. Durante o percurso, algumas vias foram bloqueadas, mas eram liberadas tão logo a manifestação avançasse.
Segundo o Tenente Coronel Plauto, da Polícia Militar, não houve conflito nas primeiras horas do protesto, que seguiu de forma pacífica durante o trajeto.
Ao fim do protesto, lideranças indicavam, nos megafones, que as manifestações continuariam hoje, caso a presidente Dilma Rousseff não renuncie ao cargo.

Protestos no Brasil
Pelo menos 18 estados e o Distrito Federal registraram protestos, na noite de ontem, contra a nomeação do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil.
Em Brasília, cerca de 10,5 mil pessoas se concentraram em frente ao Palácio do Planalto. Elas foram motivados por parlamentares oposicionistas.
Em São Paulo, na Avenida Paulista os manifestantes ocuparam pelo menos quatro quarteirões. Ele seguravam uma grande bandeira. O edifício da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) foi iluminado de verde e amarelo com uma faixa preta com os dizeres "Renuncia Já".

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe