Para ficar atento, STJ reservou R$ 44 mil para o cafezinho

13/03/2016 - Com a movimentação acelerada no cenário político brasileiro, quase não se pode piscar. Para os servidores ficarem de olhos bem abertos, o Superior Tribunal de Justiça reservou R$ 44 mil para a aquisição de café em pó, torrado e moído. Ao todo, foram compradas quatro mil toneladas da bebida pela Corte.
Ainda no “setor de bebidas”, o STJ vai gastar R$ 10,4 mil para compra de 1.500 unidades de água mineral ou potável de mesa. Os líquidos são sem gás, acondicionados em garrafão de 20 litros retornável, do tipo pet ou cristal.
Para manter a energia, além do café, o STJ vai garantir modernizar o sistema de energia elétrica de emergência da sede do Tribunal. Para isso, a Corte reservou R$ 139 mil para a contratação de empresa especializada na elaboração de projeto executivo para realização dos trabalhos.

Contas Abertas
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe