Polícia Civil desativa 1º laboratório de fabricação de drogas sintéticas no Ceará e prende dez pessoas

23/03/2016 - Uma ação realizada pela Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), resultou na desativação do primeiro laboratório de fabricação de drogas sintéticas no Ceará descoberto pela Polícia. A ação ocorreu, em Fortaleza e Caucaia, entre os dias 7 e 20 deste mês e finalizou com dez pessoas presas, entre elas, dois empresários.
Na primeira investida das equipes, foram capturados Dennys Passos Lima, 37 anos, o "Dennys Manaus", que já responde por uso de entorpecentes; Rodrigo Teixeira Costa Novo, 24 anos, o "R Costa", que responde por crime ambiental, e Tatiane Lioça Jurema, 29 anos, a "Taty Loura", que não possuía antecedentes criminais. As abordagens ocorreram nos bairros Centro e Papicu, nas Áreas Integradas de Segurança 1 e 3, respectivamente. Com eles, foram apreendidos 1.645 comprimidos de ecstasy, 25 gramas de MDMA, 415 micropontos de LSD do tipo N-BOME, 650 gramas de maconha, além de cheques, cartões magnéticos em branco, embalagens, balanças digitais, celulares, notebook e quatro maquinetas.
Em seguida, os policiais capturaram Yago Mota do Nascimento, 23 anos, que já responde por violação ao estatuto de defesa do torcedor. O homem foi flagrado no momento em que fazia uma entrega de LSD. Com ele, foram apreendidos 23 comprimidos de ecstasy. A ação ocorreu na Avenida Miguel Dias, no bairro Cocó, na AIS 3. Outro traficante de drogas sintéticas acabou capturado. Com Jordão Sobral Santos (20), sem antecedentes criminais, os policiais apreenderam 44 pontos de LSD e 48 comprimidos de ecstasy. A prisão ocorreu na Rua José Lucas, no bairro Planalto Airton Sena (AIS 5).

Ascom
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe