Segundo açude começa a sangrar no Ceará em 2016

27/03/2016 - Dados de monitoramento da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) apontam que o açude Quandú, em Itapipoca, está sangrando, tendo em vista que atingiu seu limite máximo de armazenamento: 3.370.000 m³. Este é o segundo manancial a sangrar neste ano, no Estado. Isso porque, em janeiro, o rio Caldeirões, localizado em Saboeiro, também atingiu sua capacidade de 1.130.000 m³.
Outros três açudes cearenses estão com volume acima de 90%. O açude do Trici, em Tauá, está com 94,4% de sua capacidade, enquanto o  Gameleira (Itapipoca) revela volume de 94,93% e o Colina (Quiterianópolis), de 98,4%. 
Ainda de acordo com a Cogerh, 127 açudes do Ceará permanecem com menos de 30% de sua capacidade de armazenamento de água.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe