SSPDS prendeu 13 suspeitos por ataques a delegacias e transportes coletivos de Fortaleza

09/03/2016 - A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social divulgou, nesta terça-feira, em coletiva, o balanço das operações que deflagaram prisões de 10 suspeitos pelos ataques a delegacias e transportes coletivos em Fortaleza. Três adolescentes também foram apreendidos. Na coletiva, realizada na sede da SSPDS, estavam o secretário da Segurança Pública, Delci Teixeira, o coronel da Polícia Militar Giovani Pinheiro e o delegado-geral da Polícia Civil, Andrade Júnior.
Foram presos nesta segunda, 7, Augusto Cesar Lopes Duarte Filho, de 20 anos, sem antecedentes criminais; Fernando Tabosa Holanda (chamado de “Pinguim”), 22, que já responde por porte ilegal de arma de fogo; e Sergio Chagas da Cruz Filho, de 26 anos. Sergio responde por trafico de drogas, homicídio e receptação.

De acordo com o delegado-geral Andrade Junior, o jovem de 26 anos saiu da Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL I) há 20 dias. Ele e “Pinguim” teriam cooptado outras pessoas para participar das ações. O titular da Polícia Civil também informou que Michel Frank Vasconcelos da Silva, de 21 anos, preso na última quarta-feira, 2, é natural de Belém do Pará, e veio para Fortaleza especificamente para cooperar com os atentados.
Foram apreendidos ainda, nesta segunda, um veículo Polo de placa HXS 0945, munições de calibre 12, aparelhos celulares e maconha. A SSPDS informou que a espingarda de calibre 12, receptada no último domingo, 6, já passou por perícia. A polícia comprovou que a arma foi utilizada nos atentados. 
Três adolescentes foram apreendidos na quarta, 2, todos com idades entre 14 e 17 anos. Juntos, eles já respondem a seis procedimentos policiais por porte ilegal de arma de fogo e roubo. Um galão com combustível, fósforos e um revólver calibre 32, com três munições intactas, foram encontrados com os adolescentes.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe