Tribunal manda soltar vice-presidente do Facebook

02/03/2016 - O Tribunal de Justiça de Sergipe mandou soltar nesta terça-feira (2) o vice-presidente do Facebook para a América Latina, Diego Dzodan. O executivo foi preso na segunda-feira (1º) por ordem do juiz da Vara Criminal de Lagarto (SE), Marcel Maia Montalvão, em razão de descumprimento de ordem judicial.
Diego Dzodan passou uma noite no Centro de Detenção de Pinheiros em São Paulo. O executivo foi preso em sua casa no bairro do Itaim Bibi, na capital paulista.
Segundo informações divulgadas pelo Tribunal de Sergipe, o processo corre emsegredo de justiça. 'Podendo informar apenas que trata-se de um processo detráfico de drogas interestadual, em que a Polícia Federal solicitou ao Juízo a quebra do sigilo de mensagens trocadas no WhatsApp. O que foi deferido pelo magistrado'.
Em nota, o TJSE informou que o Facebook, 'mesmo diante de três oportunidades, não liberou as conversas solicitadas à Policia Federal'.
'Sendo assim, o magistrado determinou uma multa diária de R$ 50 mil caso a ordem não fosse cumprida, a empresa não atendeu. A multa diária foi elevada para R$ 1 milhão e, também, a empresa Facebook não cumpriu a determinação judicial de quebra do sigilo das conversas do aplicativo WhatsApp'.

Estadão Conteúdo
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe