Cid e Ciro exigem de Dilma, a presidência do BNB agora para Leônidas Cristino

06/04/2016 - Revoltados com a perda da presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento (FNDE), os irmãos Cid e Ciro Ferreira Gomes “esticam a corda” e aumentam a pressão contra Presidente Dilma Rousseff neste momento de sua fragilidade. E não escondem seus apetites por cargos.
Primeiro, Cid tentou derrubar André Figueiredo do cargo de Ministro das Comunicações e colocar Ciro Gomes no Ministério da Saúde. Não colou. Dilma alegou ter outros compromissos. Agora, Cid investe pesado, com o aval do governador Camilo Santana, para nomear o novo presidente do Banco do Nordeste (BNB).
Se antes a escolha de Cid era por um nome do PP, o suplente de deputado federal Paulo Henrique Lustosa, sua estratégica mudou completamente. Nas últimas 24 horas, sua proposta ao Planalto é nomear o deputado federal Leônidas Cristino para o lugar de Marcos Holanda.
O desejo dos Ferreiras Gomes (FGs) é politizar de qualquer jeito a administração do BNB, assegurando verbas para seus aliados nos municípios e garantindo apoio nas eleições de outubro. Até o momento, nem Dilma nem o ex-presidente se empolgaram em entregar o BNB aos FGs. Nem o PT do Ceará admite essa possibilidade.
O interessante é a postura de Camilo Santana. Quando deveria ir a Brasília cobrar verbas para obras essenciais ao sucesso de seu governo, prefere referendar o pedido de cargos do seu padrinho político, Cid Gomes.

Ceará News 7
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe