Depressão é a principal doença causada pelos 04 anos de seca no interior do Ceará

Uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) nos municípios de Tauá e Parambu com o objetivo de avaliar os impactos causados pelos 04 anos consecutivos de seca na região dos Inhamuns e interior do estado, teve um resultado surpreendente para os pesquisadores que percorreram a zona rural dos dois municípios.
Segundo a pesquisa, a depressão é a principal doença causada pelos últimos anos de estiagem no sertão cearense. A doença tem deixado muitos agricultores e pecuaristas sem esperança e vendo o rebanho se dizimar, a falta de água, de ração para os animais, aliado as dividas adquiridas por empréstimos e que agora não tem condições de pagar, tem levado cada vez os agricultores a um nível de depressão no interior.
A pesquisa concluiu que depois da depressão, pressão arterial, diabetes e verminose são respectivamente as doenças que mais cresceram nesses anos de estiagem no semiárido cearense em especial nos municípios de Tauá e Parambú.

Alverne Lacerda
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe