Polícia Federal prende ex-senador em 28ª fase da Lava Jato

12/04/2016 - Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (12), pela Polícia Federal, a 28ª fase da Operação Lava-Jato. O ex-senador pelo Distrito Federal Gim Argelo (PTB) foi preso nesta nova etapa da investigação que apura o esquema de corrupção na Petrobras. A construtora OAS também é alvo desta fase.
A fase atual apura indícios de que um integrante da CPI da Petrobras, da qual Gim Argello era vice-presidente, teria "atuado de forma incisiva no sentido de evitar a convocação de empreiteiros para prestarem depoimento, mediante a cobrança de pagamentos indevidos travestidos de doações eleitorais oficiais em favor dos partidos de sua base de sustentação".  A CPI funcionou em 2014.
São cumpridos 21 mandados judiciais, sendo 14 de busca e apreensão, um de prisão preventiva, dois de prisão temporária e quatro de condução coercitiva. A operação é executada por policiais federais de São Paulo, Rio de Janeiro, Taguatinga (DF) e Brasília. 
"Vitória de Pirro" e remete à "expressão histórica que representa uma vitória obtida mediante alto custo, popularmente adotada para vitórias consideradas inúteis", de acordo com a PF.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe