Procurador pede prisão de ministro e secretário da Saúde

08/04/2016 - O Ministério Público Federal pediu a prisão do ministro da Saúde, Marcelo Castro, e do secretário da Saúde do Estado de São Paulo, David Uip, por descumprimento de decisão judicial que determina o fornecimento de canabidiol a sete crianças e adolescentes de Marília (a 435 km de São Paulo).
A substância, derivada da maconha, é usada no tratamento a doenças que provocam convulsão. Como não é produzida no Brasil, precisa ser importada.
O uso não era legalizado no país, mas decisão recente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permitiu o uso terapêutico do canabidiol.
De acordo com a Procuradoria, o pedido foi feito em 18 de março passado e está sendo avaliado pela Justiça Federal. Não há prazo para que isso aconteça.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe