Reajuste da Coelce pode ficar acima da inflação

13/04/2016 - O reajuste da Companhia Energética do Ceará (Coelce), que entrará em vigor a partir do próximo dia 22, será influenciado pelo índice de reposicionamento tarifário de 7,92% definido na manhã de ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), relativo à revisão tarifária do ano passado da companhia.
Com isso, a tendência, segundo especialista, é que o reajuste fique acima da média da inflação. O pleito da distribuidora não foi divulgado pela primeira vez, gerando críticas.
A quarta revisão tarifária da Coelce, que ocorreu em 2015, teve caráter provisório, uma vez que as novas metodologias de cálculo ainda não estavam concluídas pela Aneel naquele período. Por isso, as contas da distribuidora voltaram a ser analisadas ontem pela agência.
Diferentemente do reajuste, que ocorre anualmente, a revisão leva em conta os custos e os ganhos de produtividade da distribuidora em diversas etapas. Segundo a Aneel, o índice de 7,92% faz parte do cálculo do reajuste, mas não terá implicações diretas sobre o valor da conta de energia.
Com isso, os cearenses mal terão tempo para aproveitar o valor da conta de energia com bandeira verde, quando não há acréscimo do valor da fatura, aplicada desde o início do mês.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe