Sem raspagem de estradas, moradores de distrito vão em busca de outros municípios

As chuvas isoladas que tem caído na sede e na zona rural de Santa Quitéria tem sido o suficiente para reaver antigos problemas. Seja de grande, médio ou pequeno porte, as precipitações tem contribuído para tornar as estradas vicinais mais intransitáveis, aliado a falta de raspagem.
Um exemplo é o distrito de Malhada Grande, distante 52 km da sede. Chegar a Malhada Grande é quase uma missão de peregrinos em procissão. Trafegar em veículos pequenos é ter a certeza de problema durante a viagem.

Os moradores afirmaram que, há muito tempo, a estrada não recebe manutenção por parte da Secretaria de Obras, evitando idas à sede e favorecendo para municípios vizinhos, como Groaíras e Cariré, municípios estes que alguns moradores desfrutam de seus serviços.
O AVSQ procurou a Prefeitura Municipal, através da Assessoria de Comunicação, que enviou a nota na íntegra:

Segundo o Secretário de Obras e Urbanismo Alex Protásio, a última vez que foi feita a raspagem da estrada do Distrito de Malhada Grande, foi no final de maio do ano passado.
Geralmente em todos os municípios, são feitas quando ocorre fim da quadra invernosa e para este ano, a referida estrada está prevista para ser raspada no mesmo período.
Alex adiantou ainda que na próxima semana irá enviar um técnico para verificar as intervenções pontuais, para providenciar as devidas correções.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe