Dilma: é preciso ter cautela com decisão de Maranhão numa “conjuntura de manhas e artimanhas”

Ao discursar durante cerimônia no Palácio do Planalto, no início da tarde desta segunda-feira (9), onde anunciou a criação de novas universidades, a presidente Dilma Rousseff pediu cautela ao tratar da anulação do pedido de impeachment, divulgada logo antes. 
“Eu não tenho essa informação oficial. Estou falando porque não podia fingir que não estava sabendo da mesma coisa que vocês. Não é oficial, não sei as consequências, tenham cautela, porque vivemos uma conjuntura de manhas e artimanhas”, disse Dilma.
A presidente repetiu o discurso de que o processo para afastá-la é um golpe contra a democracia. "A gente tem que saber que nós temos pela frente uma disputa dura, cheia de dificuldades. Peço encarecidamente aos senhores parlamentares e todos os demais uma certa tranquilidade para lidar com isso", ressaltou.
Por diversas vezes, o discurso foi interrompido por palavras de ordem do público que assistia à cerimônia. "Vai ter muita luta, vai ter muita disputa, muita", reforçou a presidente.  
O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), substituto do presidente afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou no início da tarde desta segunda-feira (9) a anulação da votação do impeachment ocorrida nos dias 15, 16 e 17 de abril no plenário da Casa Legislativa.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe