Diocese de Quixadá afasta padre acusado de engravidar jovem de 15 anos em Quixeramobim

Um escândalo envolvendo o pároco da Paróquia de São Francisco do Bairro da Maravilha, em Quixeramobim, Pe. Vitoriano Campos, tem sido um dos assuntos mais comentados no município desde o final de semana.
O fato é que o sacerdote teria mantido um relacionamento com uma adolescente de 15 anos e que possivelmente essa relação acontecia desde quando a garota tinha apenas 14. Com a notícia da gravidez da jovem, recaiu sobre ele a suspeita da paternidade da criança, o que só será confirmado através de um exame de DNA. Ocorre que com a divulgação do fato e sentindo-se intimidado, o padre resolveu deixar o município. Fiéis da Paróquia não souberam informar para onde Campos teria ido.
O fato chegou ao conhecimento da Diocese de Quixadá, e o Bispo Dom Ângelo Pignoli esteve na Paróquia da Maravilha, na tarde deste domingo, 22, onde realizou um encontro com moradores para dar alguns esclarecimentos sobre o ocorrido. Dom Ângelo informou que Vitoriano Campos está suspenso da ordem e não exercerá mais a função de padre até que o Vaticano  julgue o caso.
Com o afastamento do sacerdote, a Paróquia encontra-se sem pároco, e Dom Ângelo designou que padre Tiago, da Catedral de Quixadá, auxilie temporariamente na realização de missas e encontros no templo religioso. A reportagem entrou em contato com o delegado de Polícia Civil, Salviano de Pádua, que informou não haver nada oficialmente registrado, mas o caso deverá ser analisado. Se a Polícia comprovar que o padre manteve relacionamento com a jovem antes dos 14 anos, ele poderá responder criminalmente por estupro de vulnerável.
Durante a reunião com os paroquianos, o bispo teria afirmado que a Diocese prestará todo auxílio a menor e à sua família, inclusive psicológico.

Quixeramobim Agora
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe