Gilberto Occhi é confirmado na presidência da Caixa Econômica

Em reunião nesta quarta-feira (25) com sua equipe, o presidente interino, Michel Temer, confirmou que Gilberto Occhi vai presidir a Caixa Econômica Federal. Indicado pelo PP, ele já foi ministro da Integração Nacional durante o governo Dilma. Pediu demissão quando seu partido decidiu romper com a petista e aderir ao grupo que defende o impeachment da hoje presidente afastada.
A decisão foi confirmada em reunião de Temer com os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Henrique Meirelles (Fazenda) sobre as novas diretorias dos bancos públicos. Em relação ao Banco do Brasil, o nome do presidente da Infraero, Gustavo do Vale, segue como um dos mais cotados para assumir o comando do banco.
A demora na divulgação dos novos diretores de bancos oficiais estava preocupando o PP, que havia negociado a indicação de Occhi para a presidência da Caixa durante o processo de votação da abertura do processo de impeachment de Dilma na Câmara dos Deputados.
Após a reunião, um assessor de Temer disse que não haverá recuo na escolha do nome indicado pelo PP, apesar de a equipe de Henrique Meirelles desejar outra opção.
Occhi entra no lugar de Mirim Belchior, exonerada também nesta quarta-feira (25).

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe