Greve dos professores é suspensa pelo TJ-CE

O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará decidiu suspender a greve em curso realizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Lotados nas Secretarias de Educação e Cultura do Estado do Ceará (Apeoc). O documento foi assinado pelo desembargador Durval Aires Filho, no fim da tarde desta sexta-feira (6).
O parecer demanda ainda a retomada das negociações até o próximo mês de junho, conforme já havia sido assinado em ata. Os professores devem voltar às atividades em até 72 horas, sob pena de multa de R$3 mil por dia de descumprimento. O reconhecimento da legalidade do movimento paredista só se daria no caso de fracasso das negociações entre o sindicato Apeoc e o Governo do Estado. 
Na noite desta sexta-feira, o sindicato Apeoc ainda desconhecia a determinação. 

Greve
Os professores da Rede Estadual de Ensino decretaram greve geral por tempo inderteminado no dia 20 de abril. Entre as pautas de reivindicação está o pagamento do Reajuste Geral do Servidores de 12,67%, respeitando a data-base de 1º de janeiro. 
Pedem ainda a convocação dos professores reclassificados do último concurso da Secretaria da Educação do Estado (Seduc), realizado em 2013, assim como a efetivação dos direitos de estabilidade e progressão horizontal e vertical, ampliação definitiva de carga horária e a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe