Greve na Adagri não prejudica campanha de vacinação contra febre aftosa

Os funcionários da Adagri (Agência de Defesa da Agropecuária do Ceará) entraram em greve na última segunda (02/05), reivindicando melhores condições salariais e de trabalho.
A greve, que é composta pelos agentes e fiscais agropecuários, ameaça a agropecuária cearense, com a 1ª etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, que iniciou também na segunda, correndo o risco de perder novamente, a zona livre de aftosa.
De acordo com Tânia Elizabeth, veterinária da agência em Santa Quitéria, a categoria já vem tentando desde 2013, um diálogo com o Governo do Estado, porém sem êxito, desestimulando os profissionais, que tem o 3º pior salário do país e do Nordeste.
Os servidores da Adagri respondem pelo resguardo da sanidade animal e vegetal do Ceará e a segurança e qualidade alimentar.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe