Michel Temer é recebido no Senado aos gritos de 'golpista'

O presidente interino, Michel Temer, foi recebido aos gritos de "golpista" por deputados do PT assim que chegou ao Senado nesta segunda-feira (23). Ele se reúne com o presidente da Casa, Renan Calheiros(PMDB-AL), para entregar ao Congresso a nova previsão da meta fiscal com um deficit primário de R$ 170,5 bilhões.
Esperado para chegar junto com Temer, o ministro do Planejamento Romero Jucá adentrou o gabinete de Renan minutos depois. A estratégia foi adotada para evitar que Temer aparecesse junto a Jucá nas imagens captadas por jornalistas. O ministro Henrique Meirelles (Fazenda) chegou por último.
Os deputados Paulo Pimenta (PT-BA) e Moema Gramacho (PT-BA) conseguiram acesso à área reservada para a passagem de Temer. Com cartazes em que comparam Jucá ao ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS), eles pediam que Jucá fosse submetido ao Conselho de Ética do Senado.
"Temer, Cunha e Jucá, cadeia neles já", gritaram também.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe