Ministro do Desenvolvimento Social quer 'kit de superação da pobreza'

Titular de uma das pastas mais sensíveis da administração federal, o novo ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra (PMDB-RS) disse que pretende implantar o que chamou de "kit municipal" de programas para a superação da pobreza.
Segundo ele, a ideia é identificar potencialidades locais e estimular o ingresso no mercado de trabalho e o empreendedorismo com parcerias com entidades como o Sebrae.
Terra reafirmou o compromisso do presidente em exercício Michel Temer com a manutenção dos programas sociais. Segundo ele, "a única possibilidade de haver algum corte nos programas sociais é se o rombo deixado pela presidente Dilma Rousseff for tão grande que não dê para fazer nada no país". "Se der para fazer alguma coisa, a prioridade são os programas", disse.
O ministro disse, no entanto, que pretende estimular beneficiários a buscar emprego garantindo a manutenção temporária do pagamento da bolsa.
"Muitos não trabalham por medo de perder o emprego e a bolsa. Queremos continuar pagando a bolsa para quem conseguir emprego e garantir que, caso a pessoa perca o trabalho, volte imediatamente para o cadastro de beneficiários", afirmou.

Movimentos sociais
O ministro disse ainda que, se os movimentos sociais "quiserem a melhoria de vida das pessoas", buscarão interlocução com a nova gestão.
"Se quiserem só luta política, aí o que é que eu posso fazer?", indagou.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe