Morre na tarde desta quinta, aos 94 anos, a poetisa quiteriense Terezinha Parente

Faleceu no final da tarde desta quinta (19/05), aos 94 anos, a poetisa Terezinha de Jesus Lobo Parente.
A também escritora já vinha com a saúde debilitada há bastante tempo e hoje, não resistiu e veio a óbito.
Terezinha Parente é natural de Santa Quitéria, casou-se com o médico Dr. José Parente (in memorian), que de cuja união, teve 03 filhos: Antônio Euclides (in memorian), Tereza Cristina (in memorian) e Arnóbio Parente.
Foi professora, poetisa, declamadora, contista e artista plástica. Integrou diversas Academias de Letras, Poesias e Trovadores, estaduais e estrangeiras, além de ser autora de Hinos, como o da Escola Normal Senador Catunda e das Bodas de Prata Sacerdotal de Monsenhor Ximenes.
Terezinha é lembrada fortemente pelos quiterienses por seu livro "Santa Quitéria Terra Máter", trazendo prosa, poesia e dados biográficos da cidade, como também, por seu rico acervo cultural de fatos e fotografias da história de Santa Quitéria.
Recebeu diversas comendas por seu trabalho prestado à cultura e a literatura quiteriense e cearense, sendo considerada em 2013, uma dos 1001 cearenses notáveis.
Cidade feliz bendita
com o nome da padroeira
- Terra dos Pinto Mesquita
gente pacata e obreira
.
Jacurutu sereno e manso
abraça nossa cidade,
sem ímpetos em seu avanço
de tranquila majestade”.
O trabalho é a existência,
o pensamento é a luz,
a bússola é a consciência

que ao rumo certo conduz”.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe