Pedro Parente é o novo presidente indicado para a Petrobras

O ex-ministro Pedro Parente foi escolhido para assumir a presidência da Petrobras no lugar do engenheiro Aldemir Bendine.  Depois de ser nomeado pelo presidente interino Michel Temer para o cargo, Parente disse que não haverá indicações políticas na estatal. Segundo ele, esta é a "orientação clara" de Temer. 
De acordo com Parente, a proibição de indicações políticas vai facilitar sua própria vida e a dos demais executivos da empresa. "Se for o caso, e não será, certamente elas [indicações] não serão aceitas. Isso foi um dos pontos que me fez decidir [aceitar o convite]", afirmou, depois de admitir que o "desafio" não estava em seus planos.
Pedro Parente pode manter ou tirar os atuais executivos da estatal. "Isso é prerrogativa do presidente-executivo. Na Petrobras, os mecanismos de governança funcionarão como tem de funcionar em qualquer empresa de grande porte. Posso tanto indicar novos diretores quanto propor a saída. É um processo natural."
O processo de transição será coordenado pelo conselho da estatal.

Agência Brasil
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe