Profissionais da rede estadual de ensino mantêm greve geral da Educação

Professores e outros profissionais da Educação decidiram manter a greve geral por tempo indeterminado, que completa um mês nesta quarta-feira (25). A decisão pela permanência da paralisação foi aprovada pela maioria dos presentes  em assembleia geral, no Ginásio Poliesportivo da Parangaba. 
O Sindicato dos Professores e Servidores em Educação do Estado do Ceará (Apeoc) informa que vai continuar mobilizando a categoria para abrir negociações com o Governo do Estado. Segundo o vice-presidente do Sindicato, Reginaldo Pinheiro, os grevistas estão buscando reabrir os canais negociação com o governador Camilo Santana, mas, até o momento, não obtiveram respostas. 
Os professores da Rede Estadual de Ensino reivindicam pagamento do reajuste geral dos servidores de 12,67%, respeitando a data-base de 1º de janeiro. De acordo com o Sindicato, o Governo prometeu se pronunciar sobre o assunto até o dia 10 de junho.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe