Temer vai assumir Presidência às 15h; veja lista dos ministros cotados

A expectativa do presidente em exercício Michel temer (PMDB) é assumir o gabinete presidencial do Palácio do Planalto por volta das 15h desta quinta-feira (12). Ele só entrará no prédio após uma equipe de seguranças fazer uma inspeção no local.
O peemedebista não pretende subir a rampa principal do Palácio nem transformar sua chegada num ato simbólico. O plano é fazer um discurso e dar posse aos ministros já escolhidos. Por enquanto, não está previsto pronunciamento em rede nacional nos próximos dias.
Temer está mantendo linha direta com o senador Romero Jucá (PMDB-RR), seu principal interlocutor dentro do Plenário do Senado, e já falou também com os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Eunício Oliveira (CE), líder do PMDB na Casa.

Governo Temer: os nomes cogitados para assumir ministérios
Justiça
Alexandre de Moraes, atual secretário de Segurança de SP
Cezar Peluso, ex-ministro do STF

Cidades
Bruno Araújo (PSDB), deputado federal

Corregedoria Geral da União
Ellen Grace, ex-ministra do STF

Casa Civil
Eliseu Padilha (PMDB), ex-ministro da Secretaria de Aviação Civil e dos Transportes

Integração Nacional
Fernando Coelho Filho (PSB), deputado federal e líder do partido na Câmara

Secretaria do Governo
Geddel Vieira Lima (PMDB), ex-ministro da Integração Nacional

Comunicações e Ciência e Tecnologia
Gilberto Kassab (PSD), ex-prefeito de SP

Esporte e Turismo
Henrique Eduardo Alves (PMDB), ex-ministro do Turismo

Fazenda
Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central

Banco Central
Ilan Goldfajn, ex-diretor do BC

Relações Exteriores
José Serra, ex-ministro da Saúde e ex-governador de SP

Secretaria de Comunicação Social
Márcio Freitas, chefe da comunicação de Temer

Educação
Mendonça Filho, ex-governador de Pernambuco e atual deputado federal
Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna

Transportes, Portos e Aviação Civil
Maurício Quintella, deputado federal

Saúde
Miguel Srougi, professor na USP
Ricardo Barros, deputado federal

Defesa
Nelson Jobim, ex-ministro da Defesa, Justiça e ex-presidente do STF
Raul Jungmann, ex-ministro do Desenvolvimento Agrário

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe