UVA realiza mais uma assembleia geral e a greve continua

Em assembleia geral, ocorrida no dia 24 de maio passado, os professores da UVA decidiram pela MANUTENÇÃO DA GREVE GERAL DOS DOCENTES deflagrada no último dia 11 de maio deste ano.
O sindicato dos professores da UVA, SINDIUVA, informou que na referida assembleia, que contou com a presença de 83 docentes, obteve-se o seguinte resultado oficial:

- 39 (trinta e nove) professores votaram a favor da manutenção da greve;
- 32 (trinta e dois) professores votaram pela suspensão da greve;
- 3 (três) professores se abstiveram de votar e;
- 9 (nove) professores se ausentaram do plenário antes de iniciar a votação.

A greve já conta com as seguintes pautas atendidas:
1. A nomeação dos 34 professores aprovados no concurso de setembro do ano passado;
2. A publicação do edital das 29 vagas restantes do concurso para professor;
3. Liberação de verba para a implantação das ascensões e incentivos funcionais que estavam engavetadas desde 2014;

A greve segue com as seguintes pautas:
1. Reposição inflacionária de 12,67% referente a 2015;
2. A equiparação da verba de custeio da UVA com a da URCA (hoje recebemos menos da metade do valor por aluno);
3. Reforma e ampliação do prédio do C.C.H. do Campus do Junco (prometido em 2012 pelo ex-Governador Cid Gomes);
4. A construção do laboratório multiusuário que atenderá diversos cursos, tais como: Biologia, Física, Química, etc, que fora prometido, projetado e com convenio assinado desde 2008.

Nesta quarta-feira (25), foi realizado em Fortaleza, o ATO UNIFICADO EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO, com participação de diversas categorias e sindicatos de servidores. O SINDIUVA e o Movimento Estudantil da UVA participaram do evento, tendo saído do Campus Betânia um ônibus com 45 docentes e discentes.
O Governo do Estado fará para o dia 10 de junho o anúncio da reposição inflacionária de 2015, que deveria, por força de lei, ter sido implementada em janeiro deste ano.
No dia 20 de junho está agendada a primeira de uma série de reuniões que ocorrerá entre o SINDIUVA, a Reitoria e o Governo do Estado para tratar de assuntos pertinentes a nossa Universidade. O acordo firmado é no sentido de que essas reuniões ocorram ininterruptamente a cada 2 (dois) meses, sendo esta também uma conquista da greve.
O SINDIUVA realizará nesta segunda-feira, dia 30 de maio, às 18:00, no Auditório Central - Campus Betânia, mais uma reunião do Comando de Greve, onde poderão participar quaisquer discentes, docentes e servidores técnicos administrativos de nossa UVA, além da população em geral.

Sobral Portal de Notícias
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe