'Chikungunya vai ser surpresa maior que zika’, diz pesquisador

O pesquisador Carlos Britto, cientista da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), o primeiro a levantar hipóteses sobre o zika e a microcefalia em Pernambuco, aposta que a chikungunya tende a ser uma questão mais grave do que o próprio zika. As informações são da BBC Brasil.
Segundo ele, a disseminação da febre Chikungunya pela região Nordeste tem deixado um lastro de que tende a deixar os hospitais, já sobrecarregados com a demanda atual, impossibilitados de atender a todos.
"O grande desafio para o governo serão essas grandes epidemias. Ainda não sabemos a dimensão do que vai acontecer com a epidemia de zika em outras regiões do país, mas a chikungunya vai trazer mais surpresas do que a própria zika e a dengue. Como pesquisador, tenho ficado impressionado com seus efeitos", disse. 
De acordo com Britto, a taxa de afetados pela chikungunya em uma população pode ser até 10 vez maior do que a de contaminados pelo zika vírus.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe