Dunga e Gilmar Rinaldi são demitidos da Seleção Brasileira

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou a demissão do treinador Dunga, Gilmar Rinaldi e toda a comissão técnica atual. Em rápida reunião na sede da entidade, Dunga foi informado que não faz mais parte do comando da seleção.
O anúncio foi feito através de uma nota oficial publicada na tarde dessa terça.
"A Confederação Brasileira de Futebol comunica que decidiu, nesta terça-feira, dissolver a comissão técnica da Seleção Brasileira. Deixam os cargos o coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e toda a sua equipe. A decisão foi tomada em comum acordo durante reunião nesta tarde e, a partir de agora, a CBF inicia o processo de escolha da nova comissão técnica da Seleção Brasileira. A CBF agradece a dedicação, a seriedade e o empenho da equipe durante a realização do trabalho", diz a nota.
Os dirigentes têm pressa para acertar com o comandante corintiano, que pode ser anunciado nas próximas horas. A entidade ainda não tem um plano B e crê que da conversa que terá com o treinador e seu estafe saia um acerto. Antes mesmo da reunião com Dunga e Gilmar Rinaldi, na tarde desta terça-feira, na sede da CBF, o empresário de Tite, Gilmar Veloz, já mantinha diálogos com cartolas da federação.
No total, a passagem se encerra com 18 vitórias, cinco empates e três derrotas em 26 jogos. Com a indefinição no comando, a CBF precisa estabelecer ainda se o novo técnico da seleção também comandará o Brasil na Rio-2016.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe