Encontrado intacto corpo de menino arrastado por jacaré na Disney

O corpo de Lane Graves, menino de 2 anos arrastado por um jacaré em um complexo hoteleiro da Walt Disney, foi encontrado intacto nesta quarta-feira, 15. O xerife de Orange County, Jerry Demings, disse em entrevista coletiva que o corpo não estava muito longe de onde a criança havia sido levada. 
“A autópsia ainda vai confirmar estas informações, mas para mim não há dúvidas de que a criança foi afogada pelo jacaré”, explicou Demings. Lane foi atacado por volta das 22h15min (horário de Brasília) e, logo em seguida, uma de 50 pessoas foi mobilizada para as buscas. 
Com um sonar, a área do ataque foi iluminada enquanto um helicóptero sobrevoava a região. Bombeiros utilizaram câmeras infravermelhas, e houve reforço de um caçador de jacarés e uma equipe de mergulhadores.
Na tentativa de encontrar o animal que teria atacado o menino, foram sacrificados cinco répteis. As mortes dos animais, segundo o diretor da Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida, Nick Wiley,foram necessárias para tentar encontrar vestígios do menino.
A família de Lane, filho de Matt e Melissa Graves, da cidade de Elkhorn, estava de férias no resort da Flórida.
Lane estava brincando na água enquanto sua família estava na beira do lago, contou o xerife Demings. "O pai entrou na água e tentou agarrar a criança e não teve sucesso", afirmou ele, acrescentando que a mãe também tentou resgatar o menino.
O pai sofreu ferimentos na mão durante a tentativa de salvar o filho. "Como um pai, como um avô, vamos esperar pelo melhor nestas circunstâncias, mas, com base nos meus 35 anos de experiência no cumprimento da lei, sabemos que teremos alguns desafios", disse Demings.
O animal, ainda conforme o xerife, possivelmente tem cerca de 1,2 a 2 metros de comprimento. Em nota, o Walt Disney World Resort informou que "todos estão devastados''. "Nossos pensamentos estão com a família e estamos ajudando a família", disse uma porta-voz.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe