Objeto estranho assombra crianças na Piracicaba, em Santa Quitéria

A suposta aparição ocorreu no último dia 28/06/16 por volta das 13 horas. Duas crianças brincavam na calçada quando repentinamente um OVNI apareceu sobre uma residência perto deles, segundo o relato de uma das crianças o suposto OVNI tinha forma arredonda e com uma protuberância superior em forma de disco. Relata ainda que o objeto emitia um “roncado” de uma geladeira funcionando. O objeto aparentava duas cores: um prateado claro, quase branco na parte superior e verde bem claro na parte inferior. 
Durante o avistamento, a menor de iniciais MC nos relatou que ficou bastante assustada, pois nunca tinha visto algo parecido e então teve que correr para uma casa da esquina e lá permaneceu escondida atrás de uma parede. O objeto moveu-se até um ponto em que a criança pudesse vê-lo, assim pode ver alguns detalhes interessantes, como por exemplo, uma janela aberta do OVNI onde via os possíveis tripulantes da nave. Pedimos que para descrevê-los e a mesma disse que tinha cabeça em forma de ovo e que os olhos eram esbugalhados – “... parecia que usava uma roupa frouxa e era verde bem clara, porque eu vi quando a manga da camisa balançava...” afirma.
Ao final da aparição a dona de casa que prefere não ser identificada nos informou que a criança chegou a casa abatida e muito nervosa dizendo que tinha visto algo estranho sobre as casas.
A segunda testemunha não correu do local, acreditamos que o intenso sentimento de medo o paralisou. Sua mãe disse que o menino ficou parado e o mandou sair dali, ele apontou para cima perguntando sua mãe se ela não estava vendo aquilo no céu. A mãe, naturalmente, nervosa, não olhou para cima, sua preocupação era tirar a criança do local. Já o pai nos afirmou que na noite da aparente aparição: “ele dormiu com a gente, pois estava muito assombrado”.
Esse é o histórico de mais uma suposta aparição de objetos voadores não identificados em Santa Quitéria, não temos fotografias ou fotos para que possamos usá-las como evidência cabal. Para nós investigadores do fenômeno ufológico priorizamos efetivamente a lógica e razão dos relatos, pois sendo crianças as vítimas, fica ainda mais delicada a exposição dos fatos. Por isso determinamos a ética por mantermos o anonimato das testemunhas. Porém estamos em investigação, embora seja superficial e prematura uma explicação lógica para o caso, “estamos de olho” e a espera de mais provas que consolide o ocorrido. 

Um forte abraço,
Professor Humberto Sales
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe