Professores e estudantes desocupam Seduc

Após assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), ontem, alunos e professores desocuparam a sede da Secretaria da Educação (Seduc), no Cambeba. A ocupação aconteceu na última quinta-feira, 2, durante manifestação dos docentes, que estão em greve desde o dia 25 de abril. 
O TAC foi redigido a mão pelo defensor público Francisco Eliton Albuquerque Menezes. No documento, a administração estadual de educação se comprometeu a reabrir a mesa de negociação com ampliação dos pontos de pauta. Entre as reivindicações a serem discutidas estão a portaria de afastamento para mestrado e as propostas de Professor Coordenador de Área (PCA) e de Estudos (PCE).
Um novo encontro hoje, entre categoria e Governo, deve dar continuidade às negociações. O titular da Seduc, Idilvan de Lima, disse que não houve qualquer depredação do patrimônio público durante a ocupação e se comprometeu a não adotar qualquer medida administrativa e judicial de retaliação ou punição aos participantes da ocupação. 
No Facebook, ontem, o governador Camilo Santana (PT) ressaltou a intenção em acabar com a greve através do diálogo. “A única pauta pendente foi o reajuste, e eu afirmei que, por termos o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), teria um reajuste para os professores em 2016”, disse.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe