Professores ocupam Secretaria da Educação na manhã desta quinta-feira

Na manhã desta quinta-feira (2), professores em greve realizaram um ato na Secretaria da Educação (Seduc) com o intuito de pressionar o governo a atender as reivindicações dos profissionais da área. A atividade foi aprovada na última assembleia da categoria, realizada no dia 25 de maio, que se posicionou a favor da continuidade da paralisação.
Em nota, a Seduc informou que o secretário da Educação, Idilvan Alencar, recebeu uma comissão de representantes da manifestação. No encontro, o secretário confirmou demandas da categoria já garantidas e tirou algumas dúvidas.
Em virtude da ocupação, haverá descontinuidade de serviços ofertados diretamente à comunidade: Inspeção Escolar, o que impactará diretamente para quem precisa do certificado para participar de concursos e ingressar na universidade; Coordenadoria de Gestão de Pessoas que trabalha diretamente com o pagamento, os benefícios e a aposentadoria dos servidores. Também estão paradas as áreas responsáveis pelos pagamentos de fornecedores e transporte escolar.
A nota ainda relata que Governo do Estado está em constante contato com os representantes dos profissionais do magistério. Um pacote de investimentos de mais de R$ 140 milhões foi anunciado pelo governador Camilo Santana para infraestrutura das escolas, alimentação escolar, aquisição de computadores, notebooks para premiar os melhores alunos no Spaece e Enem, entre outras ações, incluindo benefícios aos professores. O anúncio do reajuste será feito pelo Governo do Estado neste início de junho.
Os professores em greve estão com uma assembleia geral agendada para a próxima quarta-feira (8), às 9h, em local a ser definido.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe