Secretário diz que governadores de AL e CE “baixaram as calças” e que se agentes penitenciários fizerem greve na Paraíba “vão pro pau”

A greve dos agentes penitenciários do Ceará, deflagrada e encerrada no dia 21 de maio, após proposta do governador Camilo Santana, entrou no debate no Estado da Paraíba.
O secretário de Comunicação Institucional paraibano, Luís Torres, declarou em áudio vazado nas redes sociais, que a orientação do governador Ricardo Coutinho (PSB) é "ir para o pau" com os servidores que participarem de paralisações.
Durante a conversa, Luis Torres manda um recado para os agentes penitenciários que ameaçam entrar em greve e diz que o governo estadual "não vai baixar as calças" como fizeram os governadores Camilo Santana (PT) e Renan Filho (PMDB-AL), que concederam reajuste após as mobilizações.
Segundo ele, o chefe do executivo deixou bem claro ao dizer: "ei, menino, aqui né igual ao Ceará, não. Se fizer (paralisação) vai pro pau. Eu demito, eu boto pra fora (...) o objetivo é desestimular qualquer movimentozinho dos enxeridos daqui, pensando que a Paraíba é igual ao Ceará.", conclui.

Ouça o áudio abaixo:


Ceará News 7
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe