1,3 mil motoristas tiveram de fazer reciclagem no Ceará desde 2015

De janeiro de 2015 até junho deste ano, 1.363 motoristas do Ceará tiveram de se reeducar para voltar a ter permissão para dirigir. Os casos mais recorrentes são de motociclistas que trafegam sem capacete e motoristas que dirigem após ingerir bebida alcoólica.
Em 2015, foram 992 habilitações suspensas. Houve alta de 54% em relação a 2014, quando haviam sido 641 condutores obrigados a se submeter a cursos de reciclagem, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE). No primeiro semestre de 2016, foram 371 motoristas.
A suspensão do direito de dirigir ocorre quando o motorista atinge 20 pontos em infrações. A pena dura de um mês a um ano e, para ter devolvida a habilitação, o motorista precisa se submeter ao curso de reciclagem. Se o infrator conduzir veículo durante o período de suspensão, a habilitação é cassada. Nesse caso, o condutor passa dois anos sem habilitação e precisa se submeter a todo o trâmite para tirar a carteira.
Além de punir e reeducar, o curso de reciclagem busca atualizar os condutores na legislação de trânsito, principalmente aqueles que retiraram o documento há muito tempo. 

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe