Messi é condenado a 21 meses de prisão por fraude fiscal

O atacante argentino Lionel Messi e seu pai, Jorge Horacio Messi, foram condenados a 21 meses de prisão por fraude fiscal. Eles foram acusados de fraude de 4,16 milhões de euros (aproximadamente R$ 16,7 milhões) ao fisco espanhol por meio de uma rede de empresas offshore.
No início de junho, Messi e seu pai prestaram depoimento. Na oportunidade, o jogador disse que não 'tinha ideia de nada' e que seu pai e os advogados que gerenciavam sua carreira.
O discurso foi similar ao utilizado pela defesa desde o início da investigação em 2013.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe