Mulher é presa após agredir assistente social com “cadeirada” dentro de hospital

Uma mulher que trabalha como doméstica foi presa depois de agredir com uma “cadeirada” uma enfermeira. A agressão aconteceu em meio a uma discussão dentro do Hospital Regional Doutor Pontes Neto, em Quixeramobim. A Polícia foi acionada ao local e a agressora foi presa.
O fato aconteceu na tarde da última terça-feira (12). Francisca Odília da Silva Tavares, de 48 anos, teria jogado uma cadeira contra uma assistente social sete anos mais velha do que ela. A vítima chegou a ser ferida na mão.
De acordo com informações de populares que entraram em contato com o blog através do WhatsApp, a agressora aguardava atendimento quando uma discussão se iniciou.
Francisca Odília foi levada para a Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Quixadá. A vítima da agressão passa bem.

Diário Sertão Central
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe