Papa aceita renúncia de bispo acusado de acolher padres envolvidos em abusos sexuais

O papa Francisco aceitou a renúncia do arcebispo da Paraíba Aldo Pagotto. De acordo com a imprensa italiana, o religioso ítalo-brasileiro de 66 anos é suspeito de ter abrigado em sua diocese padres e seminaristas acusados de abusar sexualmente de menores e expulsos por outros bispos.
Depois do início da investigação do Vaticano, em 2015, Pagotto recebeu a determinação de não ordenar padres ou receber novos seminaristas.
Em 2012, ele foi acusado de coagir adolescentes para que mudassem seus depoimentos a fim de proteger um frei acusado de estupro.
Com a renúncia, o posto de arcebispo fica vago até que um substituto seja nomeado. Enquanto isso, Dom Genival de França, bispo emérito de Palmares (PE), administrará o local.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe