Petrobras coloca à venda quatro campos de petróleo no Ceará

A Petrobras informou nesta segunda-feira (4) que abriu concorrência para a venda de nove campos de petróleo, quatro deles localizados no Ceará e cinco em Sergipe. Juntos, os campos produziram em 2015 um total de 13 mil barris de petróleo e gás por dia, o equivalente a 0,5% da produção da estatal no período.
Os ativos foram divididos em dois pacotes, um para Sergipe e outro para o Ceará, correspondente às concessões de Curimã, Espada, Atum e Xaréu. Os interessados terão que fazer lances para cada conjunto de campos.
"Os campos foram agrupados em polos de produção, com instalações integradas, de forma a proporcionar aos novos concessionários plenas condições de operação", informou a estatal, em comunicado.
A estratégia está sendo adotada também no processo de venda de campos terrestres, anunciado em março. "A venda será realizada por meio de processo competitivo e a Petrobras avaliará os termos e condições das propostas que venham a ser recebidas", diz a empresa.
Outros dois campos no Ceará já tinham sido postos à venda pela companhia, situados na Fazenda Belém, nos municípios de Aracati e Icapuí. Cada barril de petróleo em reserva na Fazenda seria vendido a US$ 0,58, abaixo da média mundial, segundo cálculo da Federação Única de Petróleo (FUP).
O programa de venda de ativos é parte do esforço da Petrobras para reduzir seu elevado endividamento, na casa dos R$ 450 bilhões, segundo o último balanço divulgado pela companhia, referente ao primeiro trimestre de 2015.
O plano é se desfazer de US$ 15,1 bilhões. Até agora, porém, a companhia só conclui as operações de venda de parte da subsidiária Gaspetro e de suas operações na Argentina e no Chile, que lhe renderam US$ 2,1 bilhões.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe