Servidores do HUWC e Maternidade-Escola Assis Chateaubriand estão em greve

Os funcionários da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) encontram-se em greve por tempo indeterminado. A greve, que ocorre desde a última quarta-feira, tem o objetivo de pressionar pela retomada do processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017.
Os trabalhadores atuam no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), conhecido como Hospital das Clínicas, e na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC).
Entre os profissionais que aderiram à greve, estão médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem.

Confira a pauta de reivindicações
· Pela assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2016-2017 com reais benefícios aos trabalhadores;
· Reposição da inflação (10,36%) com ganho real;
· Pelo auxílio-alimentação (10,36%) em pecúnia;
· Regime de plantão de 12 x 36 horas de trabalho diurnos;
· Redução da jornada de trabalho para 30 horas;
· Revisão do plano de carreira, cargos e salários;
· Implantação da previdência complementar;
· Progressão e titulação;
· Contra o Assédio Moral;
· Por melhores condições de trabalho;
· Contra a Reforma da Previdência;
· Mais recursos para a saúde e educação;
· Contra a privatização das estatais;
· Em respeito ao Estado Democrático de Direito no Brasil.

Blog do Eliomar
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe