50,9% dos alunos do 9º ano no Ceará já experimentaram bebidas alcoólicas, aponta pesquisa

Mais de metade dos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental no Ceará já experimentou bebidas alcoólicas. De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (Pense) 2015, divulgada nesta sexta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 50,9% dos alunos nesta série admitiram ter consumido álcool alguma vez. O levantamento, com informações do ano passado, inclui estudantes tanto de escolas particulares quanto escolas públicas. 
Conforme o estudo, dentre os alunos que já experimentaram, a maioria (51,4%) é formada por mulheres. Os dados mostram, ainda, que 20,8% dos alunos afirmaram ter consumido bebidas alcoólicas pelo menos um dia nos 30 anteriores à realização da pesquisa e um total de 44% disse ter amigos que bebem. 
Quando questionados sobre a forma como tiveram acesso às bebidas, 41,5% estudantes revelaram ter conseguido em festas, 28,9% conseguiram com amigos e 12% compraram em mercados, lojas, bares ou supermercados. Em menor porcentagem estão os estudantes que conseguiram o álcool com alguém da família (6,5%), pegaram em casa sem permissão (2,8%) e deram dinheiro para outra pessoa comprar (2,6%). 
No Estado, dentre os estudantes que já experimentaram bebidas, 13,1% chegaram a ter problemas com a família e amigos, perderam aulas ou se envolveram em brigas porque haviam ingerido álcool. 

Cigarro e drogas ilícitas
A Pense também avaliou o uso de cigarro e o consumo de drogas ilícitas entre estudantes do 9º ano no Estado. Segundo a pesquisa, 18,7% dos alunos já experimentaram cigarro. O percentual é o maior do Nordeste. Em seguida, estão os estados da Paraíba (15,3%) e Bahia (14,6%). 
Destes, a maior parte (24,6%) comprou o cigarro em lojas ou botequins. Cerca de 20,4% dos alunos pediram o cigarro, 15,7% pegaram escondido e 12,3% deram dinheiro para que outra pessoa comprasse. 
Já no que se refere às drogas ilícitas, como maconha e crack, 6,2% dos estudantes admitiram ter experimentado alguma vez. Ainda conforme o estudo, 3,2% consumiram drogas nos 30 dias anteriores à pesquisa.

Vanessa Madeira
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe