La Niña não deve influenciar chuvas no Ceará em 2017, diz Funceme

A quadra chuvosa do Ceará pode não receber, no próximo ano, a contribuição do La Niña, um dos fatores que influenciam as precipitações no Estado.
O levantamento da Funceme indica que há 55% de chances de o fenômeno não atuar no período da estação chuvosa.
O estudo, no entanto, reacende a preocupação de o Estado enfrentar o sexto ano consecutivo de estiagem — seria o período de seca mais longo de que se tem registro no Ceará.
A última seca tão prolongada aconteceu entre 1979 e 1983.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe