Pelo menos 500 veículos são apreendidos por dia pelo Detran

Já são cerca 3.500 veículos de duas rodas apreendidos no pátio do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) e, segundo informações do órgão, a média de recolhimentos é de pelo menos 500 veículos por dia, tanto de carros como motos. Se analisados os números de um mês, por exemplo, a diferença é grande. Dos 2 mil  apreendidos, 1.500 são veículos de duas rodas.
Durante todos os dias, o órgão realiza ações de fiscalizações que culminam nas apreensões. Ao todo, são dez equipes do Detran das segundas às quartas-feiras. São 15 na quinta e na sexta-feira e 20 equipes aos sábados e domingos. Os motivos para uma apreensão são diversos: “Esses veículos apresentam irregularidades. Ou por falta de licenciamento, que está atrasado, ou pelo não pagamento do seguro DPVAT e do IPVA. Existe também a apreensão pela pessoa conduzir um veículo sem ser habilitado e a outra situação é o estacionamento irregular”, elenca o assessor do departamento, Paulo Ernesto Serpa.

Leilões
Uma vez apreendidos, estes carros, motos e motonetas são levados à sede do Detran. Lá ficam no aguardo da retirada por parte dos proprietários, mas quando não procurados são encaminhados a leilões. "O veículo é apreendido e a legislação diz que o órgão de trânsito pode cobrar o guincho, a diária no pátio e também as pendências que tem no órgão. Então quer dizer que a pessoa só pode resgatar o veículo se eliminar as pendências", esclarece Paulo Ernesto. Só neste ano já foram realizados cinco leilões e o próximo já está marcado para ocorrer no período de 14 a 17 de setembro. 
Ainda de acordo com informações cedidas pelo órgão, apesar desses leilões, realizados com frequência, o pátio nunca está livre. “O resultado dessa fiscalização é o pátio cheio de veículos irregulares e a quantidade enorme de leilões que o Detran está fazendo, porque antes eram cerca de três leilões por ano”, explica o assessor sobre o aumento.
Atualmente, existe um total de 1.397.997 veículos de duas rodas licenciados no Ceará. Dos motoristas de motos, as principais irregularidades registradas são circular sem capacete e sem habilitação, no caso esta última também pode acarretar apreensão.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe