Polícia do Rio prende integrante do COI suspeito de atuar em máfia de ingressos

A Polícia do Rio prendeu na manhã desta quarta (17) Patrick Hickey, integrante do COI(Comitê Olímpico Internacional) e presidente do Comitê Olímpico da Irlanda.
A prisão aconteceu em um hotel da chamada "família olímpica" na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. De acordo com policiais, ele integra uma máfia de venda de ingressos.
No último dia 6, a polícia apreendeu 831 ingressos para diferentes eventos da Olimpíada com o irlandês Kevin Mallon, diretor da empresa THG. Boa parte dos bilhetes estavam em nome do comitê irlandês.
A THG não tem autorização para vender ingressos da Olimpíada do Rio.
Em reunião no último fim de semana no Rio, com o comitê organizador dos Jogos, o comitê irlandês se recusou a abrir uma investigação interna para saber como os ingressos foram desviados para a venda irregular.
O mandado é do Juizado do Torcedor do Rio. Também há mandados de prisão contra os executivos Ken Murray, Michael Glynn e Eamon Collins, todos da empresa Pro 10, credenciada para a venda de ingressos da Olimpíada. Eles são suspeitos de cambismo, marketing de emboscada e formação de quadrilha.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe